terça-feira, 2 de outubro de 2007

Genesis - Centre Sportif Montreal [1974]

-> repost with upgrade





Atendendo aos pedidos estou fazendo um repost deste Genesis - Centre Sportif Montreal. Só que é uma repostagem com upgrade, porque na ocasião anterior o show não estava completo. Na verdade, estava e não estava. Eu explico: daquela vez postei a apresentação completa do Genesis, mas eu ainda não tinha as entrevistas e nem o show de abertura do Peter Hammill, notório líder do Van der Graaf Generator. De quebra, ainda coloquei no pacote as outras capas que existem para este excelente, certamente um dos melhores, bootlegs do Genesis em sua fase e formação (Perte Gabriel, Steve Hackett, Tony Banks, Mike Rutherford e Phil Collins) áurea.





O show apresenta na íntegra o álbum "Selling England By The Pound" e essa gravação vem de uma transmissão da rádio de Montreal CHOM-FM (não confunda com a CHUM-FM de Toronto). Convidado por Peter Gabriel, Hammill fez a abertura no estilo unplugged acompanhado apenas do seu violão. A entrevista com Gabriel fez parte da transmissão e foi realizada via telefone. Bem aí está mais uma vez para quem pediu e para quem ainda não conhece: Genesis - Centre Sportif Montreal, um disco imperdível, em especial para os fãs do grupo e amantes do rock progressivo em geral.





Genesis - Centre Sportif Montreal

Apparently the live broadcast was sent by telephone from the hall to the radio station, so the original sound is slightly compressed. Nevertheless the broadcast spawned many bootlegs, the more recent CD versions having good sound - for example, "Live In Montreal" [Swingin' Pig Records TSP-CD 040-1/2 - 2CD]. A superior version is circulating on CDR whose provenance is a reel-to-reel tape recorded off air; it includes the Supper's Ready story which is absent from all previous bootlegs. Some listings claim this version stems from pre-FM reels but the cross line telephone conversation during Horizons indicates it must be recorded from broadcast. A definitive remastering of this version is now available as the fourth released of the FAde program This particular show is a good one to own, not just because it is the only complete professional recording of this set but also because it sports a finely honed performance. Genesis had been on the road with this material for seven months and had already delighted the Montreal crowd at an earlier visit in October 1973. Watch out especially for some great upbeat backing vocals from Phil - during Willow Farm for example.







An entire "Selling England By The Pound" set was broadcast live on the air by Montreal radio station CHOM-FM (not to be confused with Toronto's local station CHUM-FM). Genesis were supported that night by Peter Hammill though his songs, introduced by Peter Gabriel, were not broadcast. To round things off CHOM-FM also broadcast a 20 minute post-concert interview and phone-in with Gabriel.







Genesis - Centre Sportif Montreal 1
Genesis - Centre Sportif Montreal 2
Genesis - Centre Sportif Montreal 3

10 comentários:

Elric, the Viking ! disse...

Caro woody

Muito obrigado pelo post.
Nem imaginava que um dia iria poder ouvir o Genesis em uma apresentação tão boa.

um abraço

woody disse...

Por nada Viking!
Estamos aqui para isso mesmo, partilhar boa música com quem estiver afim de ouvir.

Abraço,
WOODY

Anônimo disse...

To escutando esse sensacional post , neste momento. Obrigado, amigo.

Barba Ruiva

woody disse...

Pois não é bacana meu caro Barba? Pena que o Genesis de hoje (eles voltaram) não é nem sombra do que fora na época do Peter Gabriel. Ele sozinho até fez coisas boas, mas também não chegou nem perto do maravilhoso e performático trabalho da era Genesis.

Abraço,
WOODY

sergio disse...

Tá cansado, Woody? Preguiça de postar novos álbuns? Falta-lhe tempo? Já lhe disse aqui que um dia ainda faço o meu próprio Blog, mas entre a promeça e a realização vai aquele teeempão de adaptação. Sendo assim, como vc abriu aqui um espaço pra postar sujestões dos frequentadores, ponha essa banda na roda. Se quiser use esse meu texto:

Início dos 70s, Radio Roquette Pinto, Rio de Janeiro. O que o Gypsy, uma banda obscura setentista lá de Minnesota, tem a ver com essa rádio carioca caretinha e ainda AM (a freqüência modulada, ainda não chegara no Brasil)? Tudo e nada. Naquela época, este que vos narra, carças curtas azul marinho e camisa branca com um "EP" de escola pública, bordado no bolso, saía dali direto para a sede da rádio onde a mãe trabalhava como secretária do diretor, o maestro Julio Medaglia. E sem muito como ocupar o tempo, pegava uma penca de LPs da própria instituição, se internava numa das cabinas de um dos estúdios vagos, ficando ali quieto escutando som. Numa dessas audições, baixou a agulho em cima dessa bolachinha do Gypsy, carimbado “Invendável” (cortesia para divulgação) no rótulo. Nunca mais o muleque conseguiu largar o álbum - até tê-lo presenteado pelo compreensível maestro Júlio Medaglia. Afinal - ele deve ter pensado -, Gypsy jamais tocaria naquela rádio.

Chegando a casa, depois de mostrar a novidade aos amigos, me tornei uma espécie de expert das descobertas musicais. A primeira experiência como. “Seria o novo Santana despontando?” “O novo Caravan?” As especulações foram as mais variadas, mas o fato é que, Gypsy havia feito um sucesso imediato entre a galerinha adolescente. Não era pra menos, a sonoridade Gypsyana (permita-me dar-lhe a importância que a banda não gozou em sua época) é mesmo um mix Santana/Caravan. Um tanto mais comercial que esses dois. Melhor dizendo hoje: mais pop, menos experimental, músicas grudentinhas as danadas... Aliás, no melhor dos sentidos, músicas propositadamente mais grudentas nos ouvidos! Tanto que ao lembrar da Gypsy-existência, me vem aquela mesma véééia irresistível vontade de ouvi-los. Isso hoje, depois de descobrir o álbum num desses blogs - o blog do milagre! Sim. Pode ser pelo valor sentimental. Mas isso só poderá julgar quem provar. Enquanto as críticas negativas não aparecem, posso continuar me acreditando, desde muleque inclusive, um sujeito com um certo talento pra separar o joio do trigo.

Texto encontrado nas escavações arqueológicas:

Gypsy - In The Garden

Great 70's rock. Not as inspired as their magnificent double debut, but a good hard rock LP with a prog edge.
Gypsy’s second output “In The Garden” had been similar to their debut still in a very interesting and highly appealing (at least to me) proto Prog mold, maybe even with more organ sound and more rocking. Not that much had changed in their style, only the string arrangements from their fisrt one had disappeared though. Outstanding track is here of course the 12-min piece “As Far As You Can See” sounding highly versatile with several mood and tempo shifts and not lengthy at all as it was the case with “Dead And Gone”. Second side of the original vinyl starts in a more mellow and acoustic vein with part one of “Here (In The Garden)” which is completed with a fantastic drum/percussion solo leading over to part two returning to a more up-tempo and rocking pace. This two-parted track is certainly the highlight of side two and the remaining two ones pale a bit besides it I’ve to say without being true failures. Overall this one might still be a worthy purchase for any collector of proto Prog and I’d rather give it a rating of 3 ½ stars. Not really essential though and only about 70 percent of its almost 37 minutes running time are actually great!
Gypsy was a band from Minnesota that released at least 3 albums in the early 70's. They are a nice mix of guitar and keyboard driven rock, a little bit like Boston. Featuring James "Owl" Walsh on keys and vocals, also featuring future Robin Trower drummer Bill Lordan on the sticks. Check out "Around You", the 12 minute opus "As Far As You Can See", and the two part track "Here In The Garden". Definitely recommended for the 70's fan.
(commons from rateyourmusic.com)

Onde foi encontrado:
http://dunkel-inderholle.blogspot.com/search?q=gypsy

Link para o álbum 'In The Garden':
http://sharebee.com/e39fb165

Aí, mastigadaralhaço, né? Espero, sinceramente e atá com uma certa ansiedade que gostes, postes e que o mundo (re)conheça. Ê bandinha simpática e boa de ouvir. Por acaso é o que faço agora.

sergio disse...

putz! promeça é foda! Cuidado ao usar meu texto.

woody disse...

Fala Sérgio!
Andei meio atarefado uns dias, por isso não tive tempo para o blog. Bom, falta de tempo vc já viu que é o problema de quase todos, mas a preguiça não. Tem uma fila grande de coisas que pretendo postar e hoje mesmo vou começar a colocar coisas novas por aqui. Mas antes resolvi te dar um empurãozinho. Para dizer a verdade tô te jogando ladeira abaixo e sem freio e sem paraquedas. Achei que já estava na hora. Acesse: http://sergiosonico.blogspot.com e vc vai entender. Como vc não tomou a iniciativa, tô te jogando na fogueira. Esse blog é teu, um presente meu para vc. Agora tá na tua mão. Dúvidas quanto a postagem, modelos, configurações e etc. Vc pode contar comigo e, tenho certeza, Edson e cia.
Mande um e-mail para blogdowoody@gmail.com para eu te passar as senhas e seu e-mail de blogger.

Parabéns e boa sorte com teu blog.

Abraço,
WOODY

Anônimo disse...

buono! maryann

Yerblues disse...

Brother Woody, progressivo nem é muito a minha praia (pra falar a verdade, de prog-rock hoje em dia só tenho paciência pra ouvir Genesis e Caravan), mas esse boot do Genesis é imperdível. The Battle of the Epping Forest, por exemplo, eu nunca tinha ouvido live... Fabuloso esse share. Valeu.

sexy disse...

情趣用品,情趣用品,情趣用品,情趣用品,情趣用品,情趣用品,情趣,情趣,情趣,情趣,情趣,情趣,情趣用品,情趣用品,情趣,情趣,A片,A片,情色,A片,A片,情色,A片,A片,情趣用品,A片,情趣用品,A片,情趣用品,a片,情趣用品
A片,A片,AV女優,色情,成人,做愛,情色,AIO,視訊聊天室,SEX,聊天室,自拍,AV,情色,成人,情色,aio,sex,成人,情色

免費A片,美女視訊,情色交友,免費AV,色情網站,辣妹視訊,美女交友,色情影片,成人影片,成人網站,H漫,18成人,成人圖片,成人漫畫,情色網,日本A片,免費A片下載,性愛

情色文學,色情A片,A片下載,色情遊戲,色情影片,色情聊天室,情色電影,免費視訊,免費視訊聊天,免費視訊聊天室,一葉情貼圖片區,情色視訊,免費成人影片,視訊交友,視訊聊天,言情小說,愛情小說,AV片,A漫,AVDVD,情色論壇,視訊美女,AV成人網,成人交友,成人電影,成人貼圖,成人小說,成人文章,成人圖片區,成人遊戲,愛情公寓,情色貼圖,色情小說,情色小說,成人論壇

A片,A片,A片下載,做愛,成人電影,.18成人,日本A片,情色小說,情色電影,成人影城,自拍,情色論壇,成人論壇,情色貼圖,情色,免費A片,成人,成人網站,成人圖片,AV女優,成人光碟,色情,色情影片,免費A片下載,SEX,AV,色情網站,本土自拍,性愛,成人影片,情色文學,成人文章,成人圖片區,成人貼圖