sexta-feira, 20 de julho de 2007

Junior Wells - Best of the Vanguard Years [1998]


Junior Wells nasceu em Memphis, Tennessee, no dia 9 de dezembro de 1934. Decidido a trilhar os caminhos do Blues, aos 18 anos mudou-se para Chicago que era onde as coisas aconteciam e, devido ao seu talento com a gaita, logo arrumou uma vaga na banda de Muddy Waters. Foi em Chicago, no ano de 1956, que ele conheceu seu grande amigo e parceiro Buddy Guy, o entrosamento entre ambos foi tão grande que se transformou na mais famosa dupla de Blues do século XX. Contando com a colaboração do amigo, Wells gravou seu primeiro álbum solo em 65, o Hoodoo Man Blues, pelo selo Delmark, que até hoje é considerado seu melhor disco. Depois, ele assinou com a gravadora Vanguard onde gravou os álbuns: It's My Life, Baby! (1966) e Coming at You (1968). Best of the Vanguard Years, lançado no ano do seu falecimento, trás músicas desses dois trabalhos e também outras que Junior gravou para os discos Chicago!, The Blues!, e Today!, que reunem vários artistas; e ainda algumas faixas raras e inéditas. Curiosamente resultando no melhor lançamento de Junior Wells pela Vanguard, 30 anos após o término do seu contrato!
Ele se apresentou no Brasil em, pelo menos, duas oportunidades: a primeira em 1985, junto com Buddy Guy para apresentações no 150 Night Club, do Hotel Maksud Plaza, em São Paulo-SP e outra em julho de 1989 por ocasião do 1° Festival de Blues de Ribeirão Preto-SP. Wells faleceu aos 43 anos de idade, ele sofria de linfoma, um tipo de câncer de pele diagnosticado em 97, durante o tratamento ele teve um ataque cardíaco nos deixando em 15 de janeiro, de 1998

Agradecimentos especiais ao Bira Dantas, do blog Rabisqueira, pela bela caricatura.




Junior Wells - Best of the Vanguard Years
Best of the Vanguard Years collects Junior Wells' material from the Chicago! The Blues! Today! various-artists series, live and studio tracks from the albums It's My Life, Baby! and Comin' at You, and a smattering of rare and/or unreleased cuts. As a Wells retrospective, it's irredeemably incomplete, covering as it does his output for only one label, but the fine-quality material does make it an engaging listen, and it may be a good way for some collectors to plug holes in their Wells discographies. -> Review by Steve Huey (AMG)


6 comentários:

Maddy Lee disse...

Véi Woody,
Junior Wells, definitivamente, tem aquilo que TODOS os blueseiros deveriam ter, o tal do 'mojo', pena que nem todos tem esse 'dom'...
Pra fazer um golaço, você poderia postar uns trabalhos do Little Walter, que é, na minha opinião, 'O' gaitista de blues.
Grande abraço,
Maddy Lee

woody disse...

Pô Maddy, excelente pedida! Tenho aqui uma velhas bolachas do grande Waltinho e, considerando o seu pedido, postarei em breve.

Abraço,
WOODY

andres disse...

Não entendo o que acontece, mas quando quero baixar o artigo, ele vai direito para outra pagina para fazer upload. Adoro Junior Wells e realmente queria pegar este CD, tomara que possar resolver. obrigado, sou argentino e sempre pego coisas excelentes daqui

woody disse...

Andres,
eu tb não consigo entender o que se passa com vc, acabo de testar os links e estão funcionando, por via das dúvidas chequei a freqüência de downloads e está tudo normal. Sei lá!?!? Computadores, internet, têm uns paus que a gente não entende, creio que é algo momentâneo, tente mais tarde que deve funcionar.

Abraço,
Woody

Andres disse...

Woody, muito obrigado pela sua resposta. Vou intentar mais tarde de novo. Mas se não da, muito obrigado mesmo assim. Sempre pego excelente material de teu site!!

Anônimo disse...

Olá, infelizmente os links para o download estão inoperantes. Caso possa repost, agradeceria muito. Parabéns pelo blog, material de primeira, Abç.
Fernando Telles (Rio)