quinta-feira, 2 de agosto de 2007

Vanilla Fudge - Out Through the In Door [2007]

Este post é uma homenagem ao aniversário
do blog Gravetos e Berlotas.




O Vanilla Fudge é uma banda dos anos 60 que recentemente voltou às atividades com o mesmo line-up dos velhos tempos. O grupo é de Long Island-NY e no começo se denominava The Electric Pigeons, cuja formação tinha o vocal e os teclados de Mark Stein (nascido em 11 de março de 1947), a guitarra de Vince Martell (nascido em 11 de novembro de 1945), o baixo de Tim Bogert (nascido em 27 de agosto de 1944) e a bateria Joel Brennan. Em pouco tempo abreviaram o nome para The Pigeons, atuando com certo êxito pela costa leste dos Estados Unidos. Pouco antes de assinarem um contrato com a Atlantic Records, Joel Brennan é substituído pelo baterista Carmine Appice (nascido em 15 de dezembro de 1946), e o grupo passa a se chamar Vanilla Fudge, que segundo cosnta, é o nome de um sorvete. O primeiro álbum, batizado com o nome da banda, foi lançado em 1967 e apresentava uma mistura de psicodelia com pitadas de progressivo trazendo curiosas versões para “Ticket to Ride” e “Eleanor Rigby (dos Beatles), “People Get Ready” (The Impressions) e “She’s Not There” (The Zombies). O disco alcança uma boa vendagem chegando ao 6º lugar nos EUA e levando-os a se apresentarem na televisão ao lado de feras da época como Blue Cheer, Yardbirds e The Steve Miller Band. No ano seguinte eles lançam o conceitual “The Beat Goes On” baseado em um poema de Sonny Bono, aquele ex marido e parceiro da Cher que foi prefeito em Palm Springs. Não deu outra, o disco foi um fracasso. Em contra partida, no mesmo ano saiu o álbum “Renaissance” , que emplacou como uma versão “Season of the Witch”, do Donovan. Uma característica do Vanilla Funge era pegar as músicas de outros e interpretá-las com arranjos próprios sem se preocupar com a versão original. Por isso mesmo não pense você que eles eram uma banda de covers. Mesmo porque, o disco tinha ótimas canções de autoria própria como ”The Sky Cried When I Was a Boy” (Bogart, Stein), “Thoughts” (Martell), “Paradise” (Appice, Stein) e “That's What Makes a Man” (Stein). Em 1969 saiu Near the Beginning trazendo a faixa ao vivo “Break Song” com mais de 20 min. de duração onde se pode notar bem a qualidade técnica do grupo. Rock & Roll foi o último disco deles neste período, pois Tim Bogert e Carmine Appice tinham planos de se juntarem com Jeff Beck e Rod Stewart em uma super banda que acabou não acontecendo devido a um acidente de moto com Beck. Com o sonho frustrado Stewart, junto com Ron Wood, formou o The Faces e Bogert e Appice acabaram se reunindo com Rusty Duke e Jim McCarthy para formarem o Cactus, que duraria até 1972, quando finalmente eles se juntam a Jeff Beck no Beck, Bogert & Appice, que também não durou muito, dois anos e apenas um disco de estúdio e outro ao vivo. Em 1984, o Vanilla Fudge ensaia um vôo de retorno com o lançamento de Mystery, mas mesmo com a participação de Jeff Beck, que aparece no álbum com o pseudônimo de J. Toad, o projeto não decolou. Eles finalmente voltam a cena em 2002 com o álbum Returns e de lá para cá lançaram mais três discos: Then and Now (2004), Good Good Rockin': Live at Rockpalast (2007), Real Deal: Vanilla Fudge Live Crystal Wind (2007) e este Out Through the In Door que também é de 2007 e só trás músicas do Led Zeppelin, mostrando bem a capacidade de interpretação do grupo, uma vez que, neste trabalho temos todos aqueles velhos clássicos em roupagem nova, alguns são até mesmo difíceis de reconhecer. Com certeza encontramoss aqui um tributo à altura do talento do Led Zeppelin! Quem se interessar em ouvir os discos antigos do Vanilla Fudge pode encontrá-los no blog Dudu2dovinil, onde todos foram postados recentemente, exceto o Mystery.
Fontes-> Site oficial do Vanilla Fudge, All Music Guide e Aloha Pop Rock




Vanilla Fudge - Out Through the In Door


Review by D. Jackson - Customer Reviews from Amazon.com

I have waited for this album from the day I heard it was coming. The Fudge were "different" to say the least and I have successfully revisited their albums over the years to convince myself ! It may be because, having bought the original album and single, "You keep me..." I was then given a copy of "The beat goes on"! How different can you get? Over the years though I still keep getting their sound in my head. Good sign I reckon of a group that should be listened to. I have now obtained all of their albums on cd and now this one. It is a fine tribute to another fine band (LZ) but only really excels with the last track. YTIGCome should have been on one of their original albums...it is that good. Give the Fudge's latest a listen and then open your mind and get the original albums!!!! Who needs the ordinary...I don't. Good on yer Carmine!!!!




Vanilla Fudge - Out Through the In Door

10 comentários:

GRAVETOS & BERLOTAS disse...

Grande presente, Woody!
Led Zep merece todas as homenagens possíveis e vindo do Vanilla Fudge melhor.
Valeu!
Edson d'Aquino

woody disse...

Incrível como eles conseguem todas essas músicas sem paracer que é Led. Uma verdadeira re-leitura de grandes clássicos!

Anônimo disse...

Apesar de eu já ter en...viado para o Edson o link desse trabalho do VF (e que ele apagou...),é muito justa essa homenagem prestada pelo Woody.
Resta saber se o boss...ta do Gravetos e Berlotas considerará pop ou rock o VF...A velhice é uma M$#@%&* !!! Woody,ele vai acabar por definir o som desta banda como samba-canção...! Ulha!!!
Um abraço,Woody! Edson...Um tapão na orelha!!! Miguelito.

woody disse...

Do jeito que o cara anda classificando as coisas, se ele disser que isto é Samba Canção, já será um alívio, sinal que está evoluindo apesar da idade. Porque se vacilar ele solta algo como Cha, cha, chabilly!

GRAVETOS & BERLOTAS disse...

Muito engraçadinhas as moçoilas, hein!? Vanilla Fudge, qualquer um sabe, é prog axé -muito embora alguns, erroneamente, os classifiquem como hard maxixe! Vão estudar um pouco da história do rock e depois se apresentem pra serem sabatinados. Incompetentes!
Abrações,
Edson d'Aquino

woody disse...

Pô Edson!
Falando sério agora, eu era um dos que jurava que o som era Hard Maxixe. Valeu toque professor!

snowmonkey disse...

Hola de USA,

Encontre tu sitio en DUDU2doVINIL

El musica de Vanilla Fudge es fantastico! Muchas gracias mi amigo.

Por favor, mi Espana es muy mal, y un picito. Con permiso en Engles proximo visitar, es bien?

woody disse...

Hello Snowmonkey, welcome to my blog!
No problem, in next time you can write in English because I will understand.

Anônimo disse...

You have appeared are right. I thank for council how I can thank you?

woody disse...

You don't need.
But, if you want... Just say thanks!

Best wishes,
woody