segunda-feira, 26 de abril de 2010

Jeff Massanari - Goovework [2006]






Hahah! Quando todos pensavam que a pá de cal jaz sobre minha carcaça, aqui estou eu de volta. Prova cabal de que coisa ruim não morre fácil. O estopim desse retorno foi o disco Groovework, de um guitarrista praticamente desconhecido chamado Jeff Massanari. Curti tanto o disco que deu uma vontade enorme de postar e mostrar para a galera o som legal que esse músico faz. Vocês precisam ouvir isso.

Cara, não é todo dia que se vê um guitarrista de jazz saindo de uma comunidade Amish. Como!?!? O que foi meu amigo? Naaaaão meu irmão! Amish não são amigos em italiano. Isso seria amici. Lembra daquele filme? Amici Miei do Mario Monicelli, aliás um filmaço pra lá de hilário, que por aqui passou como Meus Caros Amigos? Pois é! Amish é um grupo religioso cristão anabatista (protestante que defende o batismo somente na idade adulta) baseado principalmente nos Estados Unidos e Canadá. São conhecidos por seus costumes conservadores, como o uso restrito de equipamentos eletrônicos, inclusive telefones e automóveis. Guitarra elétrica então, nem pensar! Foi por isso que eu disse ser difícil ver um guitarrista de jazz numa comunidade dessas. Mas foi justamente no seio dessa sociedade que saiu o nosso amigo Massanari, um cara com amplo domínio do seu instrumento, que ao invés de seguir os passos de seus pais e irmãos, acabou trilhando por um caminho muito diferente, quando aos 9 anos de idade um capricho do destino acabou levando-o para Washington DC. Exposto a cena musical daquela cidade, Jeff se apaixonou por música, arranjou uma guitarra e aos 13 começou a tocar. Primeiramente focado em rock e blues, mas tudo mudou depois que um amigo o apresentou a uma gravação de “Inner Mounting Flame” da Mahavishnu Orchestra. Desde as primeiras notas Jeff ficou contaminado pelo jazz, e aos 17 anos já tocava e ensinava jazz e blues pela cidade.

Sua paixão pelo jazz o levou de Washington para Boston, onde ele se matriculou na renomada Berklee School of Music e depois de estudar técnica e composição, Jeff se mudou para a área da baia de San Francisco, rapidamente se tornando um guitarrista popular no pedaço, sendo solicitado por músicos como, Paula West, Brenda Boykin, Nicholas Beard, Kenny Washington, Pamela Rose, Wally Schnalle, Jeff Pittson, Charles McNeil e Jeff Chambers. Gente não muito conhecida por aqui, mas lá nas paragens de San Francisco esses nomes são do primeiro time. Além de tocar com esse povo todo Jeff montou seus próprios grupos e toca regularmente com o Nocturne Johnny Band, The Ensemble Murasaki, Swing Fever e com outros músicos de jazz, blues e gêneros variados. O cara tem passagem por eventos e locais importantes como: Yoshi’s International Jazz House, Pearl’s, Davies Symphony Hall, San Jose Jazz Festival, Fillmore Jazz Festival, North Beach Jazz Festival, The Sausalito Arts Festival. Internacionalmente falando já esteve na Finlândia, Japão, Suécia, Itália e outros picos.

Os quatro primeiros CDs de Jeff foram muito bem recebidos pela crítica especializada e elogiados por guitarristas respeitados como Mike Stern e Eric Johnson. São trabalhos que seguem uma linha mais tradicional, tipo standards e essas coisas. Mas o disco postado aqui, Groovework, quinto lançamento do guitarrista, foi o que me ganhou. Como se pode notar pelo nome, a linha seguida é um pouco diferente dos trabalhos anteriores, tendendo para o groove. Para quem não sabe, groove é uma pulsação rítmica cheia de swing e muito comum na funk music, aquela do James Brown e Cia. e não da baixaria carioca. Na verdade, o groove pode estar presente em diferentes estilos musicais, mas no meio jazzístico o termo se refere a música e músicos que ao invés de seguirem pelo improviso, preferem tocar algo menos complicado e mais swingado do tipo que da vontade de dançar. Alguns jazzistas famosos nesse estilo são: o guitarrista Grant Green, o organista Jimmy Smith e o saxofonista King Curtis. Se nenhum desses nomes foi suficiente para te dar uma boa idéia do tipo de música que estou falando, lembre então da clássica “Cantaloupe Island” de Herbie Hanckock, que ganhou uma versão hip-hop do grupo US3 e tocou nas rádios até enjoar. Lembrou? Pois então, isso é groove! Não Lembrou? Bueno... Nesse caso o melhor a fazer é baixar o Groovework e ouvir atentamente, é uma verdadeira aula de groove e boa música, um jazz funkeado daqueles que fazem a gente bater o pé e estalar os dedos!
Fonte: MySpace



Jeff Massanari - Goovework [2006]






When you think of the Amish countryside, jazz guitar rarely comes to mind. But thats where you'll find San Francisco Bay Area based jazz guitarist Jeff Massanari's roots firmly placed! Jeff was born in the town of Goshen, Indiana and could have easily followed in the footsteps of his father and brothers with a career in academia, but an unexpected move to Washington DC at age 9 led Jeff down a very different path. Exposed to the vibrant music scene of Washington, DC, Jeff sought out the guitar and began playing at age 13. First focusing on blues and rock that was all to change when a friend brought over a recording of John McLaughlin's "Inner Mounting Flame". From the first note Jeff was hooked on jazz. By the time he was 17 he was performing and teaching jazz and blues in the Washington DC area. Jeff's love of jazz took him from DC to Boston's Berklee School of Music. After studying performance and composition, Jeff moved to the San Francisco Bay Area and quickly became one of the most in-demand guitarists.

Jeff has performed with many of the San Francisco Bay Area’s premier artists including vocalists, Paula West, Brenda Boykin, Denise Perrier, Nicholas Beard, Kenny Washington and Pamela Rose. Instrumentalists Wally Schnalle, Jeff Pittson, Charles McNeil, Vince Lateano ,and Jeff Chambers. In addition to performing with his own groups, Jeff regularly plays with The Johnny Nocturne Band, The Murasaki Ensemble, Swing Fever and countless other musicians in the Jazz, Blues, and World music genres. Jeff has performed at Yoshi’s international Jazz House, Pearl’s, Davies Symphony Hall, national festivals including, San Jose Jazz Festival, Fillmore Jazz Festival, North Beach Jazz Festival, The Sausalito Arts Festival. internationally Jeff has performed in Japan, Sweden, Finland, Guam, and Italy at the Umbria Jazz Festival. Jeff's original compositions have been featured on network television with the Patagonia “Save the Oceans” campaign and on a “Key Bell” commercial playing on Lifetime and BET. Jeff was also featured on an Apple video at a Macworld convention.

Jeff’s first four CD’s received excellent reviews in Guitar Player Magazine, Cadence, and kudo's from such respected players as Mike Stern and Eric Johnson. He has just finished recording his fifth CD ”Groovework” an all original Jazz-Funk project featuring Wally Schnalle on drums, Jeff Pittson on keys, with Brad Russell and Jason Muscat on bass. “groovework” is available on CDBABY.com!Jeff has taught at U.C. Berkeley, The Jazz School, Jazz Camp West, Bruce Forman’s Jazzmaster series, and Blue Bear Music School.
From: MySpace




[*]

18 comentários:

Noslen ed azuos disse...

Obrigado pela aula hehe, vou conferir este som.

abraços
ns

woody disse...

Por nada meu caro Nelson!

Se vc for fã de jazz e funk music, não tem erro. Estou certo que vais gostar tanto quanto eu.

Abraço,
WOODY

Edson d'Aquino disse...

Baixando djá!
[]ões

woody disse...

O das berlotas, pode ir sem medo, que esse tenho certeza que vc vai curtir. Já os outros discos do Massanari eu já não garanto.

Abraço,
WOODY

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Graaaaaaaaaaaande Wooooooody!
Caro amisho (poutz, que horrível essa... rsrsrss), ainda bem que coisa ruim não morre fácil!!! rsrsrsrsrsrs
Vou te falar: misturar groove e jazz na mesma sentença muito me apetece!!!! rsrsrs Ainda mais vindo dessa figura exótica e, pra mim, totalmente desconhecido. Ainda nem ouvi, mas graças a sua (sempre ótima!) resenha e pela curiosidade que me despertou, já sei que vou curtir bagarái.
Valeu, maluKo!
E vê se não some, caray!!! rsrsrs
Abração!
ML

woody disse...

Graaaaaaaaaaaande Maddy Leeeeeeeee!

Cara, adorei seu novo avatar, maior style!

Veio, de amish não tenho nada, mas as vezes sinto que um pouco de carroça, luz de vela, comida natural e desligamento do celular, tv e internet faz bem para gente. Daí uma meia justificativa para a minha longa ausência. Digo meia porque os motivos não são exatamente religiosos, embora haja um pouco de espiritualismo nisso.

Bom te ver (ou quase isso). Se vc curte uma pegada jazz/groove, esse som é dos seus, mas tem também muito da escola funk aí. O que me parece ser algo do seu agrado tb. Faça seu test drive e depois me conte, gostando ou não.

Abraço,
WOODY

vagalumeazul disse...

Ainda bem que voltaste em grande estilo. Não aguentava mais aquela garrafa de champgne borbulhante.. espumante.. postada em 29/12/2009 ou algo assim.
Generosidade é isso.. quando se descobre algo muito bom queremos compartilhar.
Tanks mom cherry. Mass ahhh!

Marcello 'Maddy Lee' L. disse...

Faaaaaaaaaala, El Woody!
Véi, esse avatar novo é uma tentativa de 'amalgamar' o Mad aqui com o Geddy Lee (essa é a origem do apelido); peguei uma foto do Geddy Lee e processei num desses programas de distorcer imagens, até que cheguei a esse resultado, que tem um pouco dos dois e quase nada dos dois ao mesmo tempo... rsrsrsrsrsrsrsrs
Abração!
ML

woody disse...

Aê Vagalume, para ser honesto nem eu aguentava ver mais aquele champgne borbulhante, principalmente porque gosto mais é de whisky e cerveja. Ehhh pau d'água! Hehehe!

Abraço,
WOODY

woody disse...

Pois então Maddy,
o avatar ficou bacana, ainda bem que vc não ficou muito parecido com o Geddy, porque embora ele faça um bom som, o cabra é feio de doer! Hahahah!

Abraço,
WOODY

ayresrio disse...

Belo retorno WOODY,ótimo post.
Abrabaços AYRESRIO.

woody disse...

Thanks Ayresrio!

E pode ficar tranquilo que vem mais por aí!

Abraço,
WOODY

vagalumeazul disse...

Mas bah! Bom as pampas. Tanks.

vagalumeazul disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
vagalumeazul disse...

Já to babando de sono, são 04:30 da matina.. errei de lugar.. O Mas Bah! Bom as pampas é pro Jeff Massanari. Tanks de novo.rs

woody disse...

Fico feliz que tenha gostado.
Eu também curti muito.

Abraço,
WOODY

Anônimo disse...

Num tenho nem idéia de quem é esse guitarrista,mas funk..um pouco de jazz...e.....bem vindo
meliante( u know me)

woody disse...

I know you Meliante!

Mas até onde eu sei sua praia é o Rock'n'Roll. Resolveu variar o estilo?

Ou será que vc não é vc, vc é o outro?

[ ]s
WOODY