quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

The Rolling Stones - More Stoned Than You'll Ever Be [1963 -1971]




O negócio por aqui está jazzie demais, já é hora de mudar um pouco o rumo dessa prosa, então, para variar sem variar muito, vou recorrer a um velho clichê: The Rolling Stones. Tudo bem, não é nenhuma novidade, é apenas rock’n’roll, mas eu gosto! Vishhh!! A frase também está meio batida, mas eu gosto mesmo assim! No entanto, More Stoned Than You'll Ever Be não é um disco qualquer, trata-se de uma antologia de raridades cobrindo a fase entre 1963-1971, período dos guitarristas Brian Jones e Mick Taylor, que para muitos, foi a melhor época do grupo. Brian, além da vertente “bluesística” era chegado em experimentações e psicodelia, provavelmente sem ele os Stones não chegariam a trabalhos como Flowers (1967), Their Satanic Majesties Request (1967), e Beggars Banquet (1968). Aliás, toda essa psicodelia acabou lhe custando a sanidade e o lugar no grupo. Durante as gravações do disco Let It Bleed (1969), Brian já não se encontrava de tão pirado. Eu não me lembro bem se foi no filme Sympathy for the Devil (1968), de Jean-Luc Godard, onde aparecem algumas imagens dele no estúdio em estado deplorável, uma cena triste de se ver, assim como o filme que é chato para caralho e por isso mesmo muito pouca gente já ouviu falar e menos ainda assistiu, apesar da fama do grupo e do renomado diretor. Sem condições psicológicas para continuar trabalhando, ele foi literalmente sacado dos Stones e substituído por Mick Taylor em pleno processo de gravação do Let It Bleed, sendo encontrado morto, afogado na piscina da sua casa, algumas semanas depois.



Taylor veio do John Mayall Bluesbreakers e quando chegou trouxe para banda um virtuosismo que ela nunca tivera. Um tipo discreto e caladão, que ficava no fundo do palco sem querer aparecer muito, mas quando solava crescia tanto que engolia todo mundo. Quando saiu em 1974, deixou uma lacuna que jamais foi preenchida, porque embora Ron Wood tenha se encaixado muito bem no Stones, aquela guitarra técnica e nervosa nunca mais esteve presente, mesmo no disco Black and Blue (1976 - estréia de Wood nos Stones) os solos mais marcantes são de Harvey Mandel (Canned Heat). Depois de algum tempo o guitarrista já não se sentia bem na banda, incomodado com tanto sucesso e o estrelismo da dupla Jagger & Richards. Reza a lenda que a gota d’água foi a música “Time Waits for No One”, do disco It's Only Rock 'N Roll (1974), pois Taylor teria ficado muito magoado por não ter recebido os créditos pelos arranjos. Encontrei no blog Stones Planet Brazil uma entrevista com brasileiro Arnaldo Brandão, ex-baixista do grupo A Bolha, que morou na Inglaterra e viveu quase dois anos com Mick Taylor no começo dos anos 70, onde ele comenta o fato:

"O Mick é muito tímido e isso torna difícil para ele se mostrar. Provavelmente ele se arrependeu de ter deixado os Stones. Nunca conversamos muito sobre isso, mas ele não aguentava o assédio da imprensa, nem suportava o sucesso. Ao mesmo tempo, ele não soube administrar emocionalmente todo o sucesso que ele fazia com os Stones. Ganhava muito dinheiro, havia muitas drogas em cena, o que desequilibra a pessoa emocionalmente. Muito dinheiro e droga demais atrapalham a cabeça das pessoas. Mas não se pode botar a culpa nas drogas. O fato de ele ser muito tímido e estar numa banda de sucesso estrondoso o assustou. Além disso, embora ele seja uma pessoa muito simples, tem um ego enorme. Por isso, quis formar uma banda com o Jack Bruce. Todo mundo sabia que o Jack Bruce era doido demais e que as bandas dele não duravam muito. Acho que o Mick Taylor quebrou a cara".


Bom, de certa forma essa história já é meio conhecida e provavelmente muita gente ainda está querendo saber o que é que tem em More Stoned Than You'll Ever Be de diferente de tantas outras antologias que existem por aí abordando esse mesmo período? São gravações raras realizadas nos estúdios da BBC que vão desde as primeiras demos de 1963, até as sessões de gravação do álbum Exile on Main St. (1972) em 1971. Muitas músicas inéditas e versões alternativas nunca lançadas anteriormente como: “Baby What's Wrong”, “There are But Five Rolling Stones”, “Andrew's Blues”, “And Mr.Spector and Mr.Pitney Too”, “Cops and Robbers”, “Mona” , “Stewed and Keeped” e muito mais. Em suma: é praticamente o cálice sagrado dos Rolling Stones, para deixar você mais doido do que nunca esteve!






The Rolling Stones - More Stoned Than You'll Ever Be

Is essentially a chronological history of rare Rolling Stones studio and BBC recordings during their "Golden Years" - from the band's earliest 1963 IBC demos through the 1971 "Exile" sessions. The main goal of MORE STONED was to supplement the Rolling Stones Re-mastered Series, as well as your own Stones collection, by presenting a "Beatles-like Anthology" using the highest fidelity recordings available. We hope you get some satisfaction!

Here's a sampling of recent reviews:
"Maybe the holy grail of The Rolling Stones."
"Absolutely among the best CD's in the history of the human race...!"
"Rolling Stones CD's a significant addition to rock-and-roll history."
"Incredible collection of rare vintage Stones."
"Best value Stones item!! Essential."
"Best Stones Collection of Rarities Available...Buy It."
"SUPREME: worth every penny...and then some..."
"One of the best CD's I ever Bought!!!"
“Would highly recommend to Stones junkies."
“You Gotta hear this collection"
"A quality set that's an ABSOLUTE MUST for any Stones fan! "Two Thumbs Up!!" "A gas gas gas!"
From: Knology.net




[*] [*] [*]

27 comentários:

pirata disse...

Aí Wood, valeu a pérola. Já tá baixado. Abraços.

woody disse...

E isso aí Piratão, mete o gancho e carrega que a papa é fina!

Abraço,
WOODY

Edson d'Aquino disse...

Caríssimo Woody,
Com um texto como esse, mesmo se não gostasse de Stones...eu baixaria!
[]ões

Anônimo disse...

What a great surprise!!!!!!!!!!!!
A historia bate c o pouco q eu sei da banda!!!Happy new year!!!
Stoned

woody disse...

Gran Edson!
Já que vc gosta, vai adorar essas inéditas, em especial as do primeiro disco. Bom que vc gostou do texto, porque eu sou fã dos seus e muitas vezes baixei coisas lá no Gravetos incentivado pela leitura.

Abraço,
WOODY

woody disse...

Meu caro Stoned,
tem que bater mesmo, se não é palha!

[]S
WOODY
P.S.: Happy New Year for you too!

Anônimo disse...

Fala ai moçada..to procurando o cd pra bx do Albatross (Barry McCabe)\Everybody's Got The Blues ?

Voces conhecem...banda australiana estilo Rory Glallagher muiito boa..se conseguirem postem...obrigado
Agatão

musio*52 disse...

Hello from Canada! Thank you for this great, great music. Your blog is excellent. Happy New Year!

stone alone disse...

tenho vários bootlegs dos stones,não conheço esse, mas deve ser coisa fina! stones é e sempre será A BANDA!!!

woody disse...

Caro Agatão,
não conheço esse Albatross (Barry McCabe)\Everybody's Got The Blues. Nunca ouvi falar, mas vou tentar encontrar algo sobre. Agora, eu conheci um Agatão, na verdade Marcos Agatão que trabalhava no ramo editorial, como revisor, eu acho. Por acaso é vc ou algum parente seu?

Abraço,
WOODY

woody disse...

Stone Alone,
muitas das faixas desse disco sairam isoladamente em outros e certamente vc deve ter algum, mas todas elas reunidas em um só disco foi a primeira vez que eu vi. E olha que eu tb tenho vários bootlegs dos Stones, inclusive em vinil. Pode apostar que é mesmo coisa fina!

Abraço,
WOODY

woody disse...

Hello Musio*52!
Welcome to the Boogie Woody blog, thanks for your comment and enjoy the music.

Best wishes,
WOODY

snowmonkey disse...

Ola Woody!

Not a big fan of jazz, but always find something interesting here.

Thanks for the Stones post!

Big clash disse...

Olá Woody,
Rolling Stones dos primeiros dias é a minha praia, vou baixar, pois tenho certeza que tem muita coisa legal aí.
Abração.

Anônimo disse...

hey woody!!!i better walk before they make me run"...esse blog vai passar p anos 80?....
abrz
belho e von rock' roll
stoned

woody disse...

Big Clash,
com certeza tem muita coisa legal pra vc ai, se é das velharias "stonicas" q vc gosta, achou um prato cheio!

Abraço,
WOODY

woody disse...

Hei Stoned (pô, vcs são muitos)!
Presta atenção meu velho, esse blogo já passou dos anos 80 várias vezes. Saca só alguns posts recentes:

Hiromi on Piano Jazz 2008
JIMMY HERRING
Rubens ant the Barrichellos - Gran Turismo 2003
Jerry Cantrell - Degradation Trip 2002
Ozone Quartet - Cloud Nineology 2005
NIGEL KENNEDY
Guthrie Govan - Erotic Cakes 2006
Cosmosquad - Cosmosquad 1997

Agora, dos anos 80 mesmo tem pouca coisa!

Abraço,
WOODY

Edson d'Aquino disse...

Até porque os anos 80 tem muito pouco pra ser mostrado, hehehe. Valeu pelos elogios ao texto deste escriba. Considero fundamental uma boa resenha, mesmo que bem curtinha, pois, caso contrário, não vou gastar tempo baixando sem saber do que se trata. E esse Stones é papa finíssima. Alguma coisa já conhecia.
[]ões

Luizebas disse...

Olá.

Primeiramente, gostaria de te parabenizar pelo site. Muito completo, com artigos muito bem estruturados. Parabéns!

Segundo, estou aqui para lhe propor uma espécie de parceria. Sou dono do http://www.E-Book-Gratuito.Blogspot.Com, um site de download de e-books e livros totalmente grátis.
Temos a meta de disponibilizar uma vasta biblioteca virtual para todos que tiverem um acesso a internet.

A parceria seria muito simples: Você adicionaria o nosso link no site de vocês (No menu lateral), e eu adicionaria o link de vocês em meu site, também no Menu Lateral.

Me contate através de meu e-mail: ownedzao@yahoo.com

Muito Obrigado,
Luiz!

velhorockeiro disse...

Olá Edson. Tô adicionando o woody no velhorockeiro. Pela primeira vez visito este blog filial e é muito bom pelo toque jazzistico do dito cujo. Um abraço.

velhorockeiro disse...

Pô, acho que errei, mas fica valendo o comentário. Apenas mudo o nome para Woody, e deixo o Edson quieto em seu gravetos. Um abraço.

woody disse...

Oi Luizebas!

Sem problema meu caro, já estou providenciando um link, muito bacana a sua proposta, pretendo visitá-lo em breve e acho até que posso comtribuir com alguma coisa, caso vc tenha interesse.

Abraço,
WOODY

woody disse...

Ok meu Velho, Roqueiro!

Fica registrado e valendo o seu comentário, apareça qdo quiser.

Abraço de um roqueiro velho, para um Velhoroqueiro!

WOODY

Jobe disse...

Ola from America great site Brother.

Yerblues disse...

Tá maluco, rapaz, que bagulho bom... não tem como errar, com esses caras, é sempre veneno puro... esse teu post não é apenas bom, é das melhores coisas sobre Stones com que já topei na blogosfera, Woody. Tanx a bunch, chapa.

woody disse...

Jobe,
Thanks for the comment, you are welcome my friend!


Yerblues,
também me amarro nesse boot, em especial as coisas da fase inicial!

A hug for all,
WOODY

Slackjack disse...

Thank you so much. Love the early Stones.