segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Jack Bruce & Friends Live at the Fillmore East 1970



Aí esta o registro do encontro de Mitch Mitchell, Jack Bruce e Larry Coryell comentado no post abaixo. Encontrei as faixas meio que por acaso num desses costumeiros passeios pela net. Este foi o quarto show de uma turnê de 17 apresentações que a banda fez pelos EUA durante os três primeiros meses de 1970. A performance se deu no Fillmore East de Nova York como abertura do show do Mountain. A qualidade do áudio não é ruim levando-se em conta que é uma gravação feita da platéia com um gravador portátil. Na verdade é surpreendentemente boa para os padrões da época, mas foi processado com tecnologia atual onde usaram compressão, mais eliminador de ruídos e essas coisas que acabam roubando um pouco da sonoridade natural. Enfim, em termos que qualidade sonora eu classificaria como B. O show trás músicas do Cream e algumas faixas dos primeiros álbuns solos de Bruce: Songs for a Tailor (1969) e Harmony Row (1971), este último com a participação de Mitchell. É mais uma curiosidade histórica do que um grande disco, mas vale a pena conferir.

Nota: Existe um disco oficial do Jack Bruce & Friends lançado em 28 de julho de 2003, um CD duplo com a gravação de uma apresentação realizada em Denver 1980, mas a banda é completamente diferente com Clem Clempson na guitarra, Dave Sancious nos teclados e Billy Cobham na bateria.





Jack Bruce & Friends Live at the Fillmore East 1970

In beginning of January, while Jimi is working with Buddy Miles and Billy Cox, Mitch joins the new Jack Bruce & Friends. This will turn out to be the "forgotten supergroup" of early jazzrock. Sadly, no studio recordings have surfaced so far, but the existing bootleg recordings leave no doubt about how great this band sounded. This album is one of these bootlegs.

Olvator notes: “This is the best and most complete version of this show. I uploaded another version of this concert a few years ago. Same source, but from my 3rd (?) gen. cassette. I have received these files some time ago and they are straight from the master. Sound is much better! This is a raw transfer.” While Jack Bruce’s vocals are fairly dominant, it is Larry Coryell’s guitar work and, to a slightly lesser extent, Mike Mandell’s organ that take centrestage, so to speak. Coryell might have been going through a rock-guitar phase so this is not wholly the jazz-fusion playing that fans tend to associate with the guitarist. But it is on the Smiles & Grins jam that indicate the direction both Coryell and Mitch Mitchell would take in the subsequent years. After all, as the wikipedia notes, “Mitchell pioneered a style of drumming which would later become known as fusion.” Still, in memory of Mitchell, he gets the spotlight in the opening of The Clearout where he does a thundering solo. And to remind fans of their earlier days, the band drags out Sunshine Of Your Love which, not surprisingly, gets the loudest applause.
From: BigO Worldwild





[*]

18 comentários:

gkapageridis disse...

Woody you are so Goodie!!!. This is music history and this blog keeps giving us some lost gems that's amazing

woody disse...

Enjoy my friend Gkapageridis!

Best wishes,
WOODY

Miguel disse...

O texto naum li naum pq tenho preguiça Buddy Woody mas baixei.
Danado d bão sô!
N guitarra é Blackmore, Johnny Winter e Hendrix n baixo é Jack Bruce naum aceito comentários contrários hehehehe
Bão agora xô ir pq hoje nois vai reformar uma mansão.
Gosto muito d trabaia em casa d grãfino pq a boia é d primeira, naum é igual lá em casa q a mãe Dona Bola só cozinha arroz, feijão, carne moída e quando naum é abobora é repolho, depois a mana Maria Angélica reclama d minha flatulência. hehehehe
Obrigado e fica c Deus Buddy Woody.
Abraços, Miguel el hombre sério,responsável e INJUSTIÇADO

Big clash disse...

Olá...
sempre quis ouvir este encontro, li alguns artigos em revistas, etc, mas nunca pude ouvir o som.
Independente da qualidade de som vou baixá-lo.Gosto destas Jams...
Valeu.
[]s.

woody disse...

Hei Big Clash,
a qualidade do áudio não é mal, eu é que sou meio enjoado com essas coisas, por isso quando vc encontrar um bootleg aqui, tenha certeza que existe uma qualidade sonora aceitável. Eu tinha uma gravação da Coryell Band com Jack Bruce, Mitch Mitchell de 07/18/71, em Nice na França, mas o som era muito ruim e me recusei a postar, para piorar o locutor da rádio francesa fala um monte enquanto rola o som. Felizmente encontrei essa gravação do Fillmore.

Abraço,
WOODY

Anônimo disse...

Gostaria de fazer esse download.. mas não acho o link. Vc poderia me dizer onde encontro??
Obrigado..

woody disse...

Caro Anônimo,
procure o asterisco em baixo da contra capa, lá no fim do post.

Abraço,
WOODY

Anônimo disse...

Woody,

Obrigado!

Leonidas disse...

Opa, este vale a pena dar uma conferida...

obs.: tem o que saiu no cd duplo no blog?

woody disse...

Leonidas, infelizmente eu não tenho o CD duplo com a outra formação. Na verdade o audio desse CD foi retirado de um DVD, que mais infelizmente ainda eu tb não tenho. Quem sabe uma alma caridosa não escute as nossas preces e acabe postando e nos mande o link.

Abraço
WOODY

OBNOXIUs disse...

thanks!
just found a bootleg of these guys (coryell, bruce & mitchell) at Nice Festival 1971.
Get it on zomb torrents!

woody disse...

You are welcome OBNOXIUs.
I now this Nice boot, the sound is very bad. We have a good audio here in this Fillmore show.

Best wishes,
WOODY

Sergio disse...

Eita, mudanças hão de pintar por aqui - e já pintaram... Discografia completa (ou quase) é novidade.

Fale, Woody. Bem, além de selecionar algo do grande guitarrero - um certo é o que vem com a cara do Mingus - venho por meio dessa tirar uma dúvida:

por acaso conheces um disco dos anos 90 (essa informação é e foi me passada toda truncada) em tributo a Elton John, com gente de peso, tipo Eric Clapton, etc... O disco, segundo o ex-dono me falou é VA, vários artistas. Ele disse q tinha o LP, mas q o mesmo se perdeu numa de suas mudanças e ele agora anda louco atrás e me pediu pra ver se consigo baixá-lo. Sei q com o nome deve ser mole. Já sem o nome do disco, acho q nem no allmusic me acho. Você conhece o álbum?
Grato pela mufa queimada.
Um abraço!

warlock disse...

Hey Woody, thank you much for this classic piece of history. Wishing you the happiest of holidays!

Sergio disse...

Nem precisa esquentar, bro. O nome do disco é "Celebrating the Songs of Elton John & Bernie Taupin". Tá todo mundo lá, Eric Clapton, Sting, Tina Turner, Beach Boys......... Álbum achado e já baixado.

woody disse...

Grande Sergio, quem é vivo sempre desaparece!!

Logo se vê que Larry Coryell não está entre seus favoritos, porque o que temos aqui está bem longe de ser a discografia completa do cara, afinal ele tem mais de 60 discos lançados oficialmente. O que eu tentei fazer foi expor os diferentes lados desse eclético músico que toca desde jazz guitar acústico, fusion, tradicional, clássico, até sei lá. Para vc que é mais chegado no estilo tradiconal eu diria que os mais indicados são Inner Urge, Monk, 'Trane, Miles & Me, Toku Do e o ótimo Together, além do disco com o Charles Mingus que não tão tradicional assim.

Que bom que vc achou o disco que procurava, porque Elton John, fora uns discos antigos não cai muito no meu gosto não, assistir um show do cara, para mim seria um ato de tortura desumana. Hehehehe!
Ainda mais esses disco junta tribo aonde estão sempre presentes Eric Clapton, Tina Turner, Sting e Phil Colins (esse então está em quase todos). Putz, são de lascar (com algumas exceções)!! É claro que isso é minha opinião pessoal e nada contra os caras, até porque Elton John tem seus méritos na história do R&R com clássicos como Daniel, Bennie and the Jets, Crocodile Rock e sua incrível participação no filme Tommy, cantando Pinball Wizard.

Abração,
WOODY

Sergio disse...

Pô, VERVE, sai dessa. O amigo (meu amigo) pediu de natal............ Dizê mais o Q? Mas eu gosto muito da fase setentista do Elton. O cara comprou um LP, gostou, me pediu pra baixar e, pq não? É natal! Si liga, bro. Nem ouvi o disco. Continuo cheio de música boa pra ouvir. E, o tal do allmusic condenou legal o "VA Tribute", Tinha gente pior q o Phil, ali. Tinha Bon Jovi! Enfim, arrente falamo alhos, você mecê entende bugalhos, favê o q?
Só tem um fato aqui inquestionável: Elton John, entre 1970 e mil navecentos e Captain Fantastic era bom pra carai! Isso assino em riba, por dibaixo e de ladinho. I eu hein...
Feliz natal!

woody disse...

Olha só eu não disse nada que o cara é ruim, só disse que "no me gusta". Porra meu, com Bon Jovi! Caramba!! Se bem que nesse mundinho do R&R há coisas ainda piores e o fato do All Music Guide condenar o disco pode ser até boa coisa! Mas voltando ao Elton, como disse eu também curto algumas músicas dele da era setentista, mas curiosamente não gosto desse Captain Fantastic, pois na época eu tinha um disquinho (compacto simples) em que ele cantava "I Saw Her Standing There" junto com o Lennon e mais "Philadelphia Freedom" que eu gostava pra caráio, e aí saiu Captain Fantastic e eu enchi o saco do meu pai para comprar o disco para mim, queria porque queria tanto que acabei ganhado mas qdo ouvi fiquei decepcionado. Foi então que descobri que não havia um disco do Elton John que eu gostaria por inteiro, somente algumas músicas. O mais próximo disso é o clássico Goodbye Yellow Brick Road, que se resumido a um álbum simples seria o meu disco favorito de cara.

Se a gente não se falar mais...
Um feliz natal é um baita dum ano novo muy bueno para vc e para os seus!